O Rei Amarelo em Quadrinhos na Revista da Cultura


O rei de amarelo continua a exercer sua influência na cultura pop. A coletânea de contos de terror fantástico de Robert W. Chambers, lançada em 1895, e que é marco do gênero, faz alusão a uma peça teatral fictícia e ao tal Rei Amarelo, seu protagonista. O texto da peça, em dois atos, nunca é revelado em detalhes, e só o que se sabe é que quem o lê até o final enlouquece.

No final do ano passado, a Editora Draco, exclusivamente dedicada a publicar literatura e quadrinhos de autores brasileiros, lançou O rei amarelo em quadrinhos, edição caprichada com oito histórias baseadas no universo do personagem. Com organização de Raphael Fernandes e participação de 14 autores, entre desenhistas e roteiristas, o álbum prova que os quadrinhos nacionais merecem cada vez mais atenção.

Pedro Pedrada abre o volume com Fantasmas na máquina, fábula atual sobre a superexposição no mundo virtual e suas consequências nefastas; em A boneca, Tiago P. Zanetic e Lucas Chewie viajam para uma comunidade judaica na Pensilvânia, EUA; Edgar Allan Poe é o protagonista de A rainha de amarelo, de Mauricio R. B. Campos e Péricles Ianuch, seguidos por Airton Marinho e Marcos Caldas, com Maldita rotina, crônica contemporânea das mais aterradoras; Caninos, de Erik Avilez e André Freitas, tem clima de conto de fadas, e O rei dos ratos, de Tiago Rech e Victor Freundt, se passa no Porto de Santos e envolve um navio ali atracado; Taxidermia anímica, de Rafael Levi e Samuel Bono, chega mais perto da história de O rei de amarelo, já que seu protagonista é um ator de teatro; o genial Raphael Salimena encerra o volume com Medíocre.

Além da diversidade de abordagens dos roteiros, os estilos de cada artista também chamam a atenção, tendo em comum só o detalhe que dá unidade ao projeto gráfico: a edição é toda em preto e branco, eventualmente salpicada por tons de amarelo, que deixam a marca do Rei. A loucura é amarela, e vale a pena mergulhar nessas histórias fantásticas.

Por Igor de Oliveira.





A revista da Cultura pode ser encontrada nas lojas da Livraria Cultura.

Para baixar o PDF siga o link abaixo:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O poder de um sonho

Participante 2

Steampunk - Contos do Mundo do Vapor