Pular para o conteúdo principal

Postagens

MORTE EM BOULOGNE

A idealista Lisandra Conde, ativista dos direitos dos refugiados, desconfia de segundas intenções nas atitudes de seu novo namorado, o que acaba por levá-la a uma situação limite. Ao investigar os acontecimentos, ela se vê presa numa encruzilhada entre seus amigos, seu trabalho, uma falsa acusação de crime — e os segredos de seu próprio passado sombrio.
Lisandra Santamarina Conde dedicava sua vida às causas sociais e a busca pela construção de uma sociedade mais justa. Após um estágio na ACNUR, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, na Suíça, ela retorna para casa e cria a Refugees Place, uma Organização com a missão de auxiliar os refugiados vindos da África, Venezuela e Haiti.
Quando se envolveu com Ian, um médico bem-sucedido, administrador de um hospital, Lisandra acreditou que havia encontrado o parceiro perfeito, mas conforme sua relação se intensifica ela desconfia que há um interesse secreto nessa aproximação.
Decidida a descobrir quais as segundas intenções p…
Postagens recentes

MORTE EM BOULOGNE NA ABERST

A Amazon selecionou Morte em Boulogne para participar de uma promoção com preço reduzido nesta semana. Apenas R$ 4,29.

A promoção foi divulgada na página inicial da ABERST - Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror.


MORTE EM BOULOGNE - O livro começa com o acidente. A idealista idealizadora da ONG Refugees Place, Lisandra Conde, está inconsciente entre as ferragens. Dias depois ela acorda no hospital, confusa e sozinha, descobre que perdeu duas coisas no acidente: um dos rins e o noivo. Ian Gouveia, diretor do hospital em que estava internada, havia partido para uma convenção médica de quinze dias no Caribe. Ela não o conhecia há muito tempo, e o passado dele ainda era uma grande mancha fosca em sua memória, mas seria um traficante de órgãos? Empenhada em descobrir a verdade, Lisandra inicia uma investigação com seu amigo Philippe que a levará de volta a lugares que imaginava nunca mais retornar.  
Conforme as revelações vão surgindo, fica claro que o …

I N C O M P A T I B I L E

Meu primeiro romance, Incompatível, ganhou sua primeira versão internacional. Catia Polverini, umbriana que reside agora em Bolonha, é uma tradutora com diversos títulos na bagagem. Sua tradução foi precisa e respeitou os jogos linguísticos presentes na trama.
SOBRE O LIVRO: Incompatível é a história de pessoas inconformadas com o que encontram no mundo e buscam uma nova forma de vida. Seja através de uma busca espiritual, seja através de uma jornada pela Magia do Caos.
A capa da versão italiana ficou a cargo de Laércio Messias, artista muito talentoso que já produziu a capa de diversos livros contemporâneos, incluindo meu último romance, Morte em Boulogne. Se a versão brasileira da capa criada por Daniela Jacinto é predominantemente preta, esta é uma capa branca:

O livro será lançado em versão impressa e e-book, estando disponível nas principais livrarias da Itália. A previsão de lançamento é para o final do ano ou início de 2019, quando o trabalho de tradução será encerrado.




COMO EU ESCREVO

O projeto "Como eu Escrevo" me pediu para responder uma breve entrevista sobre meus hábitos de escrita. O site se propõe a ser uma matriz dos escritores brasileiros, "quem são? onde vivem? do que se alimentam" Quer saber como minhas ideias saem da mente e vão parar no papel? Link: https://comoeuescrevo.com/mauricio-campos/

UMA HISTÓRIA EM 6 PALAVRAS

O Clube de Autores me desafiou a criar uma história com seis palavras. O resultado do desafio é uma clara referência a um dos contos de Mosaicos Urbanos:


Agora, você deve estar se perguntando: por que raios alguém escreveria uma história tão curta?

O conceito de "Six Words Stories" (em português, "histórias de seis palavras") foi criado por Ernest Hemingway, escritor norte-americano e autor de Por quem os sinos dobram. Não se sabe ao certo como a ideia surgiu, se em uma conversa de bar ou em um desafio entre amigos; apenas que a primeira flash storie de seis palavras foi escrita por ninguém menos que o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1954.

"Vende-se: sapatos de bebês, nunca usados", escreveu Hemingway, enfileirando seis palavras em uma frase que, apesar de inofensivas, são pauta para longas horas de discussão.

Quem está vendendo?Por que os sapatos nunca foram usados?De que cor são os sapatos?Quanto custa o par? A história acaba, mas as possibilidad…

MB NO JORNAL EMPRESAS & NEGÓCIOS

Na semana passada Morte em Boulogne estava na coluna Livros em Revista de Ralph Peter no Jornal Empresas & Negócios, de São Paulo.

https://drive.google.com/file/d/1J9EDwSOzLp8yC8QXgNkl-mSE_5KVD1M0/view?usp=sharing



Assine o canal do YouTube Livros em Revistas 📚🎞
https://www.youtube.com/channel/UCyHuhG5lvU2xT_a6JSWkxlA/featured

#MorteemBoulogne #LivrosemRevista #Empresas&Negócios

REPORTAGEM NO SÃO CARLOS EM REDE

Reportagem no São Carlos em Rede sobre a publicação de Morte em Boulogne, com destaque para as cenas que se passam na cidade.


Clique abaixo para acessar o site: https://saocarlosemrede.com.br/escritor-lanca-romance-de-misterio-que-se-passa-em-sao-carlos/


MOSAICOS URBANOS FREE

Mosaicos Urbanos está em promoção até o dia 05 de fevereiro, GRÁTIS na Amazon. São diversos contos premiados. Aproveita a promo!

Link: https://amzn.to/2QKggXy