Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2019

GÊNEROS LITERÁRIOS - DARK URBAN

Dark Urban - da Suécia para o mundo. A popularidade dos romances de Stieg Larsson inaugurou um tipo de thriller mais sombrio e com um enfoque sexual-psicológico no   mainstream   (corrente dominante). Este gênero inclui outros romancistas escandinavos, cujos livros estão sendo traduzidos para o inglês e outras línguas, como Asa Larsson, Camilla Lackberg e Henning Mankell. Escritores já trabalhando neste gênero incluem Patricia Highsmith, autora famosa pelo seu trabalho   O Talentoso Ripley,    Pete Dexter, Martin Cruz Smith e Tana French. Obviamente que não tenho a pretensão de me comparar aos autores citados, mas trabalhei o meu romance  Morte em Boulogne  com elementos utilizados nesse subgênero de narrativa de mistério sombrio. A destruição da inocência, a impossibilidade de viver em um mundo que contraria suas convicções, a perseguição estatal e a questão da personalidade, etc. Lisandra Santamarina Conde dedicava sua vida às causas sociais e a busca pela construçã

GÊNEROS LITERÁRIOS - NEW ADULT

Trabalhei com diversos gêneros literários, ou subgêneros, no caso da literatura de nicho. Decidi fazer alguns posts aqui no site para meus principais trabalhos e os gêneros vinculados, neste post o tema abordado será o New Adult. New Adult  /NA (Novo Adulto ) , também apresentado como  ficção para adultos , é um  gênero literário  em desenvolvimento com protagonistas na fixa etária de 18 a 30 anos. A Sr. Martin's Press foi a primeira a usar o termo em 2009, quando realizou uma chamada especial semelhante a  Young Adult  - uma espécie de "YA mais antigo" ou "novo adulto" A ficção  New Adult  tende a se concentrar em questões como sair de casa, desenvolver a sexualidade e negociações sobre opções de educação e carreira. O gênero ganhou popularidade nos últimos anos, por meio de livros de autores best-seller como Jennifer L. Armentrout, Cora Carmack, Anna Todd, Colleen Hoover e Jamie McGuire. O gênero foi originalmente recebido com algumas críticas, com

GÊNEROS LITERÁRIOS - STEAMPUNK

Eu trabalhei com diversos gêneros literários, ou subgêneros, no caso da literatura de nicho. Decidi fazer alguns posts aqui no site para meus principais trabalhos e os gêneros vinculados, nesse post o assunto é Steampunk. Leia a sinopse da minha novela no gênero,  As Crônicas de Sudalbion : Século XIX: Quando um meteoro atingiu a Groenlândia, destruindo a enorme ilha e liberando milhões de litros de água doce no mar, a alteração nas marés trouxe uma nova era glacial ao hemisfério norte. Os povos exilados de suas terras, compraram possessões no sul, dominando a África, a América do Sul e Austrália. Essa cisão no curso da história criou outro fenômeno: uma fixação na tecnologia do vapor, afinal os grandes pensadores que tirariam a humanidade dessa tecnologia pereceram sob toneladas de camadas de gelo. Acompanhe as aventuras de Aimê em Sudalbion, uma nova Inglaterra sob o signo dos trópicos. Uma narrativa ao melhor estilo steampunk. Muito popular entre as décadas de 1

GÊNEROS LITERÁRIOS - HORROR CÓSMICO

Eu trabalhei com diversos gêneros literários, ou subgêneros, no caso da literatura de nicho. Decidi fazer alguns posts aqui no site para meus principais trabalhos e os gêneros vinculados, começando pelo Horror Cósmico. Cosmicismo  é a  filosofia  literária desenvolvida e usada pelo escritor americano  H. P. Lovecraft  em sua weird fiction. Lovecraft era um escritor de  histórias de terror  filosoficamente intensas que envolvem fenômenos ocultos como possessão astral e miscigenação alienígena, e os temas de sua ficção ao longo do tempo contribuíram para o desenvolvimento dessa filosofia. A filosofia do cosmicismo afirma que não há presença divina reconhecível, como um deus, no  Universo , e que os seres humanos são particularmente insignificantes no esquema mais amplo da existência intergaláctica, e talvez sejam apenas uma pequena espécie projetando suas próprias idolatrias mentais sobre o vasto cosmos. Isto também sugere que a maioria da humanidade sem discernimento são criatu

A GALERIA DE ARTE AMARELA

Para você que gostou das histórias do Rei de Amarelo, disponibilizo abaixo os esboços  como um extra  legal para quem curtiu a HQ. Seja bem vindo à Galeria de Arte Amarela ! 1) Um exemplo do processo de desenvolvimento. A produção da HQ se iniciou com a curadoria dos roteiros pelo Raphael Fernandes. Meu roteiro além dos textos tinha um storyboard anexo,   que serviu de base para o gênio imaginativo de Péricles Ianuch. Veja um exemplo da reinterpretação do storyboard : Obviamente, aí em cima é o meu storyboard. Abaixo como o artista desenvolveu a ideia: 2) A arte de Péricles Ianuch no esboço de Hastur, o Rei de Amarelo. 3) Esboços para os aposentos de Hastings em Nova Iorque. 4) Hastings, o artista que condenou Edgar Allan Poe ao apresentá-lo ao Rei de Amarelo: 5) O assecla do Rei Amarelo. Ele ficou parecido com o Concreto (que eu adoro), só que tem banha ao invés de rocha : ) A minha ideia original era usar uma máscara feliz.  Concreto